terça-feira, 22 de setembro de 2015

Como escrever um romance adolescente e 9 Dicas para Romances de Fantasia

Escrever um romance para adolescentes pode ser desafiador e gratificante. Romances adolescentes também são categorizados como " jovem adulto" e , como qualquer outro projeto , ter muito trabalho e dedicação. É importante criar personagens que os adolescentes possam se relacionar , bem como uma trama que prende os seus interesses. Inicie o livro em um lugar onde você vai agarrar a sua atenção para que eles querem ler mais. 

Conheça o seu público 


Você está escrevendo para as pessoas entre as idades de 13 a 18 anos? Esta é uma grande extensão e você deve estreitar isso um pouco, afinal os jovens mais próximos da idade de 13 anos terá interesses diferentes do que seus colegas mais velhos. Por isso você precisa descobrir qual idade você quer inclinar a sua história para antes de começar.

Conte a história e deixe se fluir naturalmente. Não imponha a história para o seu público, se a história tem um tema ou mensagem , deixe-a sair naturalmente na narração.
 

Desenvolver um personagem principal com o qual adolescentes podem identificar
 

Personagens que estão em torno da mesma idade dos adolescentes manter o seu interesse mais do que aqueles que são muito velhos ou muito jovens . Seu personagem deve crescer emocionalmente e , talvez, mudar durante o livro , pois tem novas experiências. O personagem deve ter um objetivo e motivação para alcançar esse objetivo. Misture em um conflito que impede o personagem de obtenção da meta e você tem o começo de uma boa história. 

Tento assimilar com aquilo que está na moda. Por exemplo, no Wattpad um dos maiores sucessos é um livro onde os personagens principais são praticamente os integrantes da BoyBand One Direction. essa similaridade gera aproximação com o público.

Plotagem do romance adolescente 


Faça um esboço do seu livro . Idéias desaparecem, e se você esperar muito tempo a idéia de que uma vez que você pensou que era tão bom, pode escorregar para fora de sua mente. Adquira o hábito de manter um caderno com você em todos os momentos . Esta é uma forma útil para anotar idéias quando eles vêm a você.  
Leia


Você não pode escrever em um vácuo. Leia como muitos adolescentes e jovens adultos romances possível. Vá para a sua livraria local para ver que tipos de romances adolescentes está vendendo. Ao ler os romances adolescentes populares , você vai ter uma idéia de como eles são escritos .

Grupos de Crítica


Junte-se a um grupo de crítica . Outros escritores podem dar-lhe feedback sobre o seu livro e pode pegar inconsistências em suas histórias, erros de digitação ou erros gramaticais . Grupos de crítica são uma oportunidade de aprender com outros escritores , oferecendo suas próprias opiniões sobre o seu trabalho.

Escolha um Gênero 


Romances adolescentes pode ser escrito como comédias , mistérios, suspense , romances , paranormal ou ficção científica. Escolha um gênero ou dois para sua história. A maioria das pessoas escolhem um livro do gênero que gostam de ler. Alguém que ama comédias e romances não pode querer ler ficção científica. 



9 dicas para escrever um Romance de Fantasia



1 - Escolha um cenário para ambientar sua história. É comum livros de fantasia terem países míticos e mundos maravilhosos cujo funcionamento não pode ser explicado racionalmente. o leitos dificilmente consegue se familiarizar com esse tipo de ambiente, então se fizer dessa forma seja cauteloso pois e preciso muito carinho para apresentar esse mundo a ele sem que se torne confuso e ofusque o romance da história. Quando um romance é situado no mundo real, pressupõe-se que não haja problema para compreensão de como ele funciona. Já no caso de um reino de fantasia, é necessário que isso seja explicado para que o leitor possa acompanhar a narrativa sem qualquer prejuízo. Além de que uma das forças da história de fantasia está justamente na descrição dos ambientes.

2 - Crie personagens críveis. Não é porque você está falando de elfos, magos ou qualquer outro ser fantástico que pode se descuidar na sua criação. Seres fantásticos precisam ser tão aprofundados quanto qualquer outro personagem. Mais isso não quer dizer que você precisa ficar preso a outros estereótipos. Elfos, por exemplo. Na mitologia de Tolkien, são seres altos, loiros, bonitos e habilidosos com arco e flecha. Já os elfos de Rowling são seres baixinhos, orelhudos, sem nenhuma graça e sua habilidade está nos serviços domésticos, para o qual são mantidos escravos.

3 - Além do personagem principal, o herói da história, é preciso povoar seu mundo mítico com outros personagens, criar seu universo. Escritores de fantasia, quando alcançam certa posição, são reconhecidos por seu universo - o conjunto entre personagens locais e onde suas histórias são ambientadas. E as diferenças de personagens utilizados por cada escritor, como no exemplo dos elfos no tópico anterior,  é que tornará os universos únicos. Anjos, zumbis, vampiros... Eles estão por toda parte. Mas cada autor precisa criar seu universo com características próprias.

4 - é preciso que entre tantos personagens não humanos haja também algum, ou alguns, que sejam próximo do que conhecemos como humano. De preferência o herói, ou heroína, da sua história. dessa forma o leitor se identificará mais facilmente com sua história.

5 - Dê nomes diferentes aos seus personagens. Boa parte da personalidade deles estão em seus nomes e, em livros de fantasia, nomes fora do comum são muito bem vindos. Busque em mitologias antigas, livros históricos, modifique nomes conhecidos tornado-os... fantásticos.

6 - Crie um grande desafio para seu herói enfrentar, para que ele conte com a ajuda de outros seres pelo caminho. Seres com habilidades que ele não tem. Além do desafio final, insira pequenos desafios ao longo da jornada. Isso irá garantir que não falte ação a narrativa. Recuperar um artefato místico é algo bastante utilizado e que não perde a validade nas histórias de fantasia, mas vale também destruir um objeto - Vide senhor dos anéis.

7 - Insira elementos sombrios no texto. eles fazem contraponto com os aliados fantásticos do herói. enquanto nós somos contituídos de contradições, os seres mágicos tem sua índole bem definida: ou eles são a favor do herói ou contra ele.

8 - Inicie o Romance com uma cena de impacto, na qual o leitor será surpreendido e fisgado, fazendo com que queira continuar a leitura.

9 - Para finalizar, faça um guia para consulta antes de começar a escrever. Nomes dos personagens, características, poderes, habilidades, fraquezas, ambientes, nome de cada local e assim por diante. Isso é importante pois dificilmente você irá lembrar de tudo, anotar é necessário, a medida que você vai fazendo maus pesquisas para a história novas idéias vão surgindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...