quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Entrevista Com Daniel Leite (Eru Pendragon) Da Comunidade Sacerdotes


Daniel Leite é um jovem Brasileiro de 21 anos, solteiro, que está cursando o 5º periodo de Design Gráfico e Produtos. Ele é apaixonado por música dos estilos heavy metal, música celta e medieval. Atualmente Daniel está escrevendo um livro de aventura medieval épica onde nenhum dos personagens utiliza os artifícios da magia, uma raridade hoje em dia. ele pretende concretizar o sonho de ver seu livro publicado e como escritor ele quer revolucionar tanto a literatura Brasileira quanto o design.
http://www.bookess.com/profile/daniel_leite/

20 Perguntas para Daniel



Fórum MSM: Daniel o que te inspira a escrever?

Daniel Leite: Eu sempre gostei de histórias fantásticas, RPG. Até tentei criar um. Sempre tive uma mente criativa e escrever é como um escape para expor meus pensamentos.

Fórum MSM: O que te deu a ideia de começar a escrever este livro (Cartas de Uther - Lamentos de um Guerreiro sem Esperanças) ? 

Daniel Leite: Esse livro seria como o Silmarilion para o Senhor dos Anéis. Descreveria o que aconteceu antes do livro que eu tinha em mente escrever. A ideia era um pouco diferente, mas o livro acabou seguindo um rumo muito bom. A princípio Uther era um pouco diferente de mim, mas acabei me identificando bastante com ele. Somos muito parecidos.

Fórum MSM: O que voce deseja conseguir ao escrever sobre Uther? 
 

Daniel Leite: Espero que ele seja conhecido no Brasil todo e quem sabe mundialmente. Senão pode ser a porta de entrada para outros títulos. Também há muito de mim nele, e lendo-o você me conhece um pouco.

 Fórum MSM: Você disse que o Uther tem alguns traços seus, lendo a prévia de seu livro eu percebo que ele é frio(em relação com sua patente), analisa os fatos de uma maneira surpreendente, mas também pude ver que ele é um homem super apaixonado pela esposa e pelo filho. Agora nos diga, quais características suas ele tem?

Daniel Leite: Um pouco das duas. Geralmente quando estou trabalhando sou bastante centrado, pouco aberto a distrações. Isso somente quando estou trabalhando, ou fazendo algo mais sério. A timidez também não me deixa ser um cara muito aberto, e alguns podem até achar que sou frio, mas não sou tanto assim. Sou muito chegado em relações familiares, e sou muito zeloso e meloso quando estou namorando. Pareço até um bobo. Costumam dizer que sou como um inseto: "duro por fora mas mole por dentro".

Fórum MSM: Que mensagem voce quer passar para os seus leitores ?

Daniel Leite: Uma coisa que todos sabem mas poucos acreditam ou dão valor. Temos capacidade para tudo, e havendo dedicação nada nos impõe limites.
 


Fórum MSM: Qual sua narrativa preferida na hora de reproduzir uma história? Primeira pessoa, terceira pessoa, outro (qual?) ?

Daniel Leite: Já comecei a escrever dois livros em terceira pessoa. Quando pensei em reescrever o último, que seria o Hor'modiah, tive a necessidade de escrever um livro que fosse a base dele, os eventos passados que ditariam o presente daquele mundo. Então criei o Uther, que seria responsável por muitas mudanças e eventos passados. Vi então que seria melhor escrever em primeira pessoa, e que ele relataria suas aventuras em forma de cartas, como os relatórios que escrevia como general (por isso o título alternativo As Cartas de Uther).

Fórum MSM: Daniel você ainda não publicou o seu trabalho, então o que te motivou a compartilhar-lo com os outros?

Daniel Leite: A princípio eu relutei um pouco em compartilhar, mas assim não teria a opinião das pessoas, e isso talvez prejudicasse meu livro. Agora quero que muitos dêem sua opinião sobre ele, isso me dá muita motivação para continuar.

Fórum MSM: Deu branco: o que você vai fazer pra se inspirar?

Daniel Leite: Leio muitas coisas, livros, artigos, jogos e livros de rpg, ouço música celta, clássica, metal celta, sinfônico, medieval....

Fórum MSM: O que mais odeia ao ler em um livro? O que mais gosta?

Daniel Leite: Quando há muitas palavras que não conheço e que devo pesquisar no dicionário, meu vocabulário é bom mas existem livros com linguagem muito antiga, e tambem quando a história gira muito sem sair do lugar. O que mais gosto é quando há surpresas não convencionais, conversas inteligentes e reviravoltas interessantes.

Fórum MSM: O que te transformou em um escritor em vez de só um leitor?

Daniel Leite: Por ter a mente criativa senti a necessidade de escrever algo meu, pois antes de tudo isso é uma viajem bem louca pra mim. Eu sentia a necessidade de compartilhar um pouco da minha loucura com os outros, parece estranho mas a verdade é que quando as idéias surgem em nossa mente é como se elas num subjulgassem as suas vontades: "nos escreva ou não sairemos daqui".

Fórum MSM: O que te motiva a continuar escrevendo?

Daniel Leite: Gosto bastante de inventar e, além disso, a opinião das pessoas me motiva muito a continuar. Claro que também tenho certo objetivo financeiro em escrever, mas fazer aquilo que gosta é muito gratificante.

Fórum MSM: Mesmo sabendo que infelizmente o nosso país não promove a leitura você ainda sim quer ter um retorno financeiro com seus trabalhos. Tendo isso em mente me surge a seguinte pergunta: Como desenvolver uma história que seja satisfatória ao ponto de gerar debates, sonhos e desejos em uma geração dominada pelos jogos eletrônicos? Isso se torna uma barreira para você?

Daniel Leite: Realmente, o escritor brasileiro é desvalorizado. Ainda vivemos em um país subdesenvolvido, e grande parte da população não se interessa em leitura, ou erudição de modo geral. Temos poucos exemplos de escritores brasileiros bem-sucedidos, e que lutaram muito para chegarem onde estão. Talvez um grande trunfo que tenho no meu livro é que sou verdadeiro no que digo, e muitas pessoas podem se identificar com ele. Mas com certeza não é com um único livro que irei ir além. Tenho planos de escrever uma continuação de Lamentos, e aventuras que se seguirão nas gerações posteriores, e de escrever histórias distintas, como sci-fi. Também imagino ter minha obra publicada em outros países, e talvez só sendo reconhecido lá fora que irei ter meu lugar ao sol no meu próprio país. Eu detesto essa mania do brasileiro de dar valor somente ao que vem de lá de fora. Pode ser uma porcaria, mas se for de um inglês, alemão, americano e o escambau é melhor. Muita coisa boa de gente talentosíssima daqui é desvalorizada. Veja o André Vianco, não é tão conhecido, mas suas obras são espetaculares. Ele está até filmando o Turno da Noite, e pelo que vi não deve nada para uma série gringa. Está excelente, usando as mesmas ferramentas que eles usam. E receio que por ser brasileiro vai levar muitas negativas de redes de televisão. Mas se tiver uma chance vai mostrar que “aqui se faz coisas boas sim.
Desejo alcançar o máximo de pessoas que puder com meus livros, e abrir muitas possibilidades para mim e os que estão envolvidos direta ou indiretamente. Levantar a bandeira do grupo Despertar é uma delas. Não quero me tornar uma celebridade, só quero ser reconhecido pelo que sou, pelo que penso.
 
Fórum MSM: Qual foi seu primeiro trabalho? foi um livro? conto? fanfic? 
 

Daniel Leite: Foi uma historia ambientada no futuro. Envolvia espionagem, chips implantados no cérebro, naves e tanques bípedes, além de dramas adolescentes. O personagem principal na segunda parte ganhava super-poderes. E o vilão era um ex-agente de organização governamental e também era o pai do interesse romântico do personagem principal.
 
Fórum MSM: Quais livros, jogos e filmes te inspiram e te proporcionam prazer em ler?

Daniel Leite: Apesar de não ter terminado de ler, gosto bastante da trilogia "O Senhor dos Anéis", os filmes foram uma grande inspiração, e da Trilogia da Herança. Também comecei a jogar RPG, tanto de tabuleiro quanto de video game como Age of Empires, Final Fantasy e Warcraft que são jogos simplesmente perfeitos. Os livros da galera da comunidade Sacerdotes são ótimos e gosto de lê-los, pode-se aprender muito com quem está começando.

Fórum MSM: Você tem algum escritor em quem se espelha?

Daniel Leite: Já li muitos livros, mas nenhum deles foi uma inspiração específica. Como disse antes, gosto bastante de SdA, apesar de não ter terminado de ler. Tolkien pode ser considerado uma inspiração para mim. Li Eragon e estou lendo Eldest do Paolini, e gosto bastante. É uma influência, mas não tão direta. Mesmo lendo livros, procuro manter um meio próprio de escrever. Esse modo mais verdadeiro e natural de escrever é algo que não abro mão.
 
Fórum MSM: Você já tem uma ideia fixa de suas história ou prefere ir a desenvolvendo com o passar do tempo?

Daniel Leite: Algumas coisas penso previamente. Desde o inicio já sabia qual o destino de Uther, mas a caminhada dele ainda não tenho totalmente em mente. E essa evolução gradual eu prezo mais, pois você pode usar suas próprias experiências para escrever. Depois quando se olha e vê pode-se dizer que é uma auto-biografia fantasiada, isso torna a obra mais rica em minha visão, mostrando que a linha que separa uma obra de fantasia de uma real é mais tênue que se imagina.

Fórum MSM: Passou por momentos em que achou que a história poderia ser um fiasco ?

Daniel Leite: Já imaginei que a história poderia não ter sucesso, por achar que a leitura seria dificil ou não ter muitas pessoas que se identificassem. Mas hoje creio que estou num rumo certo.



Fórum MSM: Existe um livro na Bíblia chamado "As Lamentações de Jeremias"... da pra relacionar alguma coisa disso com seu livro?

Daniel Leite: Sim. A Bíblia é uma grande inspiração para mim, leio não somente como um mero livro, é algo que guardo para minha vida. Certas coisas são parecidas com lamentações de Jeremias, e certas semelhanças as vezes são propositais. Decidi por esse título no livro pois não era uma leitura alegre. Decidi escrever algo que se aproximasse do mundo real, do que realmente foi a Idade Média, um período que foi verdadeir amente um inferno. E após muitos acontecimentos ruins em minha vida, o propósito do livro se tornou mais evidente e minha própria experiência se tornou uma inspiração. Como disse, procuro sempre passar uma mensagem, nada é por mero acaso.

 

Fórum MSM: Quem receberá sua dedicatória no Livro Lamentos quando lançá-lo?

Daniel Leite: Ainda não pensei muito quanto a isso, mas principalmente a Deus, meus pais e familiares, aos meus amigos da Comunidade Sacerdotes, do Grupo Despertar e a  todos que tem dado apoio e acreditado em meu trabalho.


Fórum MSM: Dê uma sugestão para quem quer começar a escrever

Daniel Leite: Ler muito, saber bastante do assunto que você está escrevendo. Procurar assuntos sobre o tema, assistir programas, filmes. Pedir opinião de seu livro, saber se algo está bom ou não. Ter opinião de várias e muitas pessoas. Isso te ajuda no que deve mudar, e saber o que é bom em seu livro e explorar aquilo que você acertou. Conhecer a norma culta da língua também é bom. E mais que isso, acredite em si. Críticas negativas sempre vem, e isso não pode nos fazer desanimar. Muito pelo contrário, é vendo onde você está desagradando que lhe faz aprender a agradar. Dê o melhor de si, e seu trabalho não será em vão.


AQUI VOCÊ CONFERE UMA PRÉVIA DO LIVRO DE DANIEL LEITE
Cartas de Uther - Lamentos de um Guerreiro sem Esperanças

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...